29 de julho de 2011

Desire… Melissa!!!

A Melissa, como sempre, se reinventando, a opção de escolher badalados estilistas para desenhar diferentes modelos têm atiçados as “Melissetes” na saga por novos, e diga-se, fofos modelos, essa sapatilha do Jason Wu, estilista taiwanês queridinho da Michele Obama, virou o desejo da vez! O modelo preserva a funcionalidade e a praticidade da Melissa mas, traz uma bossa diferente, um jeitão fashion, cool, chique! Os modelos são sofisticados e ao mesmo tempo funcionais nas palavras do próprio Jason. Vale dar uma conferida, o modelo sapatilha com a fivela já entrou na lista ” desires”. Enjoy it!

Beijos, Paty
Comentários  |  0
25 de julho de 2011

A Provence é aqui…Chateau Blanc!!

image

image

imageTudo começou com as minhas aulas de madeira, uma olhadela ali, outra acolá e de repente me vi envolvida no estilo provençal, a paixão começou com as caixinhas de jóias, depois passou para as bandejas e caixinhas de chá e agora estou nas cúpulas de abajour…são flores, listras, estampas em lilás, rosa e azul claro enfim, uma diversidade de estampas mas, todas com um ponto em comum, a delicadeza. Das madeiras passei para as louças e daí não parei mais, sempre que posso compro uma coisinha, ali e outra acolá… há um mês mais ou menos adquiri na Mamma Lu um conjunto lindddddo de chá, com pratos, xícaras, pratos de bolo enfim, tudo muito delicado e provençal devidamente ornado com libélulas e flores, uma fofura… foi paixão a primeira vista, até organizei um chá para algumas amigas queridas só para inaugurar o meu novo xodó! Foi tudo ótimo, é tão gostoso a gente montar uma mesa, separar as louças e talheres, preparar as guloseimas, cuidar para que tudo esteja perfeito para receber as amigas…amo passar uma tarde gostosa fofocando com elas, até lareira acendemos …foi uma tarde ótima, leve, agradável tanto pelas companhias como pela decoração que deu um clima mais feminino a nossa tarde. Estava tão empolgada que comprei até pequenos vazinhos com lavanda para enfeitar a mesa… Enfim, sei que alguns podem estar pensando, nossssa isso é antigo, demodê, cafona …estes estão totalmente enganados, o estilo provençal está mais atual e presente do que nunca, seja em filmes, na cosmética ( quem não tem em casa algum produtinho da L’Occitane?) e, principalmente, na decoração, e por falar nisso, dia desses estava a caminho de Floripa e tive a grata surpresa de parar na Chateau Blanc, qdo entrei na loja tive a nítida sensação de estar em Provence, tudo, absolutamente tudo, levava ao estilo provençal, móveis, cadeiras, mesas, cristaleiras, arranjos, guirlandas, caixinhas de jóias e chás, flores, louças, chaise, bandejas, berços, baús, camas, cômodas,  enfim, tuddddddooo.  Fiquei encantada com o lugar, com o cuidado na ornamentação da loja e com os espaços que as meninas montaram, tudo impecável, delicado, leve e belo. Sabe qdo vc entra em um lugar e ele te leva a outro? Pois é, a Chateau Blanc é assim, um pedacinho da Provence em Sta Catarina. Fotografei alguns espaços para dar à vcs uma pequena noção do que vcs podem encontrar na loja, com certeza a visita vale a pena, não só por tudo de bonito que vcs vão ver lá mas, pelo atendimento atencioso e delicado, em especial da Marcia, que me explicou cada item com a maior paciência, me deu dicas e sugestões, me orientou em dúvidas que eu tinha sobre como compor certos ambientes e me deixou fotografar tudo que eu quis para postar aqui no blog! Enfim vale a visita depois, quem quiser, ainda pode dar um pulo no Café Colonial do Alemão-Tirolez que é coladinho na loja e é uma delícia, recomendo o sanduíche de pão colonial com queijo e tomate e suco de uva natural! É isso, curtam as fotos e qdo puderem visitem a Chateau, é encantadora!! Ah, acredito que vcs devem estar se perguntando, isso é caro? Na qualidade de penchincheira e agora blogueira digo, tem muita coisa legal e com preço justo e tem peças mais elaboradas que são diferenciadas mas, nada que uma parceladinha no cartão não resolva, eu comprei um conjunto lindddddo de copos azuis ornados com líbelulas, um jogo americano fofo em listras e flores e uma caixinha de jóia com os dizeres ” Deixa eu dizer que te amo, deixa eu gostar de você, isso me acalma, me acolhe a alma, isso me ajuda a viver.” Marisa Monte, preciso dizer mais?????? Abaixo para quem não conhece, conhecer, posto uma matéria bem legal do site Vila do Artesão explicando de onde surgiu o estilo provençal, espero que vcs gostem, eu já me rendi e não largo mais…já estou pensando em algumas mudanças no lavabo e nos banheiros com base em tudo que vi na Chateau!

A Chateau Blanc fica na BR 101, KM 1447 em Itapema, em frente a Polícia Federal.

” Fonte: Site Vila do Artesão

Provençal vem de Provence, região situada no sul da França que batizou esse estilo simples e romântico de decorar. A Provence tem um papel mais tradicional na cultura francesa do que se imagina. São de lá as belíssimas paisagens das plantações de lavanda, que desde a idade média é a matéria-prima da perfumaria tão famosa desse país. E esse mesmo cenário encantador serviu de inspiração para algumas obras de Van Gogh. Na culinária a Provence contribuiu com o conhecido mix de ervas aromáticas que são o tempero-base da cozinha mediterrânea, as Herbs de Provence.

A França do Palácio de Versailles tornou-se para o mundo a referência no que havia de mais sofisticado nos séculos XVI e XVII. E, se influenciava o mundo, como isso se daria dentro do próprio país? Da falta de condição financeira surgiu uma alternativa criativa. Os artesãos, para esconder os defeitos da madeiramais inferior, inventaram uma mistura à base de gesso e cola, chamada gessocré. Essa mistura disfarçava os defeitos da madeira, mas com o tempo a pátina se desgastava e o móvel adquiria aquela aparência que criou o estilo. Quando Maria Antonieta mandou construir nos jardins de Versailles sua “pequena vila”, e a decorou dessa maneira, o estilo provençal ganhou status e virou sinônimo de elegância.

Além da pátina, o estilo se compõe das estampas em tons suaves de azul, verde e rosa, listras e cenas rurais chamadas de toile de jouy, todas aplicadas aos tecidos e às louças que completam o charme do estilo rural francês. “

Beijos, Paty
Comentários  |  0
18 de julho de 2011

Coisa de menina II!! Drenagem linfática manual!! It´s necessary!!

Mais uma dica que vale a pena compartilhar com as meninas: drenagem linfática manual , há três anos eu faço duas vezes por semana e a nível de tratamentos, não tem nada melhor e olha que eu sou daquelas que experimenta tudddddo, já levei choque, congelei, tostei em um forno, fiz gesso, aspirei num aparelho que prometia milagres e só me deixou cheia de manchas roxas, já fiz plataforma, velashape, manthus, enfim, tudo q menciona as palavrinhas mágicas “extermina a celulite” e acreditem, só a velha e boa massagem manual, feita apenas com cremes e as mãos abençoadas da minha massagista Mari é que efetivamente fazem o efeito casca de laranja desaparecer, lógico que é apenas uma drenagem, logo precisamos cuidar da alimentação, ter uma atividade regular e por óbvio muita água pq sem ela, fica praticamente impossível qualquer tratamento fazer efeito!  Segue para  vcs uma matéria que garimpei na internet, bem instrutiva! Enjoy it!

” Massagem melhora a circulação sanguínea e é recomendada no tratamento da celulite.

A drenagem linfática é uma técnica que utiliza a massagem manual para estimular o funcionamento do sistema linfático. Este sistema linfático exerce um papel importantíssimo no organismo, pois constitui uma via acessória pela qual os líquidos podem fluir dos espaços teciduais para o sangue, contribuindo desta forma para manter o equilíbrio e o metabolismo corpóreo.

O principal objetivo, portanto, da drenagem linfática é fazer com que toxinas e líquidos acumulados em excesso sejam eliminados. Por ser um método especializado e dependente da técnica e experiência do profissional, o ideal é que seja realizado por fisioterapeutas ou profissionais habilitados com conhecimentos de anatomia e fisiologia do sistema linfático.

Este tipo de massagem também é muito utilizada no pré e pós-operatório de cirurgia plástica, pois auxilia na redução dos edemas (inchaço). A drenagem linfática também pode ser aplicada sozinha ou somada a outros procedimentos estéticos para potencializar tratamentos da celulite, por exemplo.

Em entrevista sobre o assunto, a esteticista Maria José Costa, apresenta mais detalhes de como a drenagem linfática pode ajudar a conquistar a harmonia corporal. Leia abaixo:
1. O que é drenagem linfática? Como ela é feita?

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que estimula e potencializa o bom funcionamento do sistema linfático. Com isso, toxinas e líquidos acumulados em excesso nos tecidos corporais, responsáveis por inchaços e agravantes de celulite, são eliminados. Ela deve ser realizada com diversos movimentos circulares, bastante precisos e bem suaves.
2. Por que o sistema linfático precisa ser estimulado? Quais os benefícios da drenagem?

A linfa, que circula nos vasos linfáticos, é o líquido responsável pela saída do excesso de água e resíduos metabólicos que ficam nos tecidos entre as células. A drenagem linfática tem por objetivo tornar todo esse processo mais eficaz, aumentando a oxigenação e estimulando a renovação das células. Este processo é de grande benefício para o organismo.
3. Há diferentes tipos de drenagem linfática?

Existem diferentes técnicas de aplicação da drenagem linfática, porém em todas elas, a fim de que se atinja o resultado desejado, os movimentos realizados devem obedecer o fluxo, a sequência e a disposição superficial dos vasos do sistema linfático. Uma técnica muito aplicada é a que utiliza movimentos precisos e lentos partindo de um ponto específico na região a ser tratada, porém contínuos e no sentido do fluxo dos vasos linfáticos associada a aplicação de bandagens na área imediatamente tratada.
4. A drenagem linfática é capaz de modelar o corpo?

A drenagem linfática nada mais é que um estímulo externo ao trabalho natural da linfa. Como falamos, esta técnica ajuda a eliminar o excesso de líquido e toxinas do organismo, que dão a sensação de inchaço. Com a circulação sanguínea mais ativada, o corpo passa a não reter estas substâncias e o resultado é a melhora na vascularização, maior resistência imunológica do organismo e também melhora no contorno corporal.
5. Como a drenagem linfática pode combater a gordura localizada e a celulite?

A má alimentação, estresse, falta de atividade física, cigarro e alterações hormonais contribuem para o processo de retenção de líquidos, que acarreta má oxigenação do tecido e de todos os vasos, incluindo os linfáticos. Quando há problemas de circulação da linfa, a celulite tende a se instalar. A aplicação da drenagem linfática ajuda a diminuir a retenção de líquidos que geralmente está presente nestas áreas, consequentemente contribuindo para a redução da  celulite. A massagem pode e deve ser associada a outros procedimentos estéticos e acompanhada de mudanças de hábitos de alimentação.
6. E contra a flacidez, existe algum resultado efetivo?

Tratar a flacidez de pele não é tarefa fácil. Há, atualmente, algumas opções de tratamento e muita pesquisa científica sendo feita na busca do tratamento mais efetivo. A drenagem linfática, por melhorar a oxigenação e organização das células e fibras de sustentação da área em tratamento pode trazer alguma melhora na aparência da pele. Por fazer tudo isso, podemos afirmar que a drenagem linfática pode contribuir na prevenção da flacidez de pele, pois o organismo consegue produzir um tecido com melhor qualidade nutricional, a  partir da eliminação do excesso de toxinas metabólicas. Porém, ela não recupera a flacidez já existente.
7. A drenagem linfática pode estar associada a procedimentos como o Manthus? Por que?

Sim, o Manthus é uma técnica de ultrassom associada a um estímulo elétrico capaz de reduzir medidas e melhorar o aspecto de ondulação da pele, como celulite e estrias.
8. Com quais outros procedimentos estéticos ela pode estar associada?

Pode ser associada à massagem modeladora, massagem relaxante, pós e pré-operatório, entre outros procedimentos. Vale lembrar que a associação da drenagem a outras técnicas deve ser indicada de acordo com a necessidade do paciente.
9. Durante a drenagem é necessário o uso de um creme para estimular a região que está sendo tratada? Por que?

Não necessariamente. O creme utilizado ajuda no deslizamento das mãos facilitando o procedimento para o profissional que realiza a massagem. A drenagem dos vasos linfáticos e dos tecidos corporais, assim como todo o efeito desejado com ela se dá pela pressão exercida pelos movimentos manuais executados. Por isso, a importância na escolha do profissional que realizará o tratamento é fundamental.
10. Há casos em que a drenagem linfática é contra-indicada?

Sim. Pessoas com histórico de trombose, câncer, pós-cirurgia de fraturas de grandes ossos, pessoas em vigência de processos infecciosos são algumas das situações em que se contra-indica a realização desta técnica. Em caso de existência de doenças ou outras situações em que se tenha duvidas sobre a possibilidade da realização ou não, recomeda-se avaliação médica prévia.
11. Qual o número de sessões iniciais para alcançar o efeito desejado e qual a quantidade de sessões necessárias para manter os resultados, após o tratamento?

Recomenda-se inicialmente sessões 2x/semana, até o total de 10 sessões. Após este período, a paciente deverá ser reavaliada e feitas alterações caso a caso.
Fonte

Maria José Costa – Esteticista da Clínica Aesthera Dermatologia de São Paulo.”

 

Beijos, Paty
Comentários  |  2
Página 39 de 40« Primeira3637383940