25 de março de 2015

Ícone fashion: Sarah Jessica Parker.

 Hi girls, hoje na categoria ícone fashion resolvi trazer para vocês  a aniversariante do dia, a linda e charmosa SARAH JESSICA PARKER, eterna Carrie Bradshaw do seriado e filmes Sex and the City. Apesar de criticada por alguns por seu estilo às vezes extravagante. Os que não gostam de SJP dizem que em suas escolhas pessoais ela beira a cafonice. Eu discordo, acho que como qualquer mulher ela ao longo da sua história com a moda foi “refinando” o seu estilo e identificando efetivamente o lhe cai bem, quem no passado não fez opções erradas?? Dito isto, é fato, hoje SPJ é um ícone no muno fashion e representa uma geração de atrizes que no alto dos seus 50 anos ainda batem um bolão. Queridinha de grandes estilistas e maisons SJP hoje assina uma linha de calçados e bolsas e está sempre nos editoriais de moda das principais revistas do ramo. Eu sou suspeita, adoroo o estilão dela, gosto como ela usa o hi-lo no seu dia a dia e amooooo os vestidos mais extravagantes que ela usa em bailes ou eventos de gala em  Manhattan como o baile do MET, as festas da VOGUE e afins.No Brasil Sarah estrela a campanha da Maria Valentina representando uma mulher moderna, elegante, feminina e fashion. Me digam, ela é ou não é um charme? Quem de vocês já não sonhou com o closet repleto de peças fashionistas da Carrie Bradshaw?? Para vocês as fotos que mais curto da Sarah ao longo da sua carreira. Fotos: reprodução.

bittensjp1sj

Sarah-Jessica-Parker-Marie-Claire-US-September-2Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-010

mariavalentina_SJP_01_maritrigo_shopaholicsarah-jessica-parker-vogue-magazine-usa-march-2014-issue_1Sarah-Jessica-Parker-Net--Portercom-Photoshop-Editmariavalentina_SJP_02_maritrigo_shopaholicmaria-valentina-sara-jessica-parker-03-600x400maria-valentina-sara-jessica-parker-04-600x400Sarah-Jessica-Parker-Net--Portercom-Photo-Shoot (4)Sarah-Jessica-Parker-Net--Portercom-Photo-ShootSarah-Jessica-Parker-Net--Portercom-Photo-Shoot (3)Sarah-Jessica-Parker-Marie-Claire-US-September-6Sarah-Jessica-Parker-Net--Portercom-Photo-Shoot (1)Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-001Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-003Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-005sarah-jessica-parkersarah-jessica-parker3Sarah-Jessica-Parker-Marie-Claire-UK-December-5Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-006Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-007Sarah Jessica Parker for Maria Valentina 2014-011sarah-jessica-parker2Sarah-Jessica-Parker-Marie-Claire-US-September-4sarah3Sarah-Jessica-Parker-by-Alexei-Hay-for-Harpers-Bazaar-Arabia-2014-4-gucciSarah-Jessica-Parker-by-Alexei-Hay-for-Harpers-Bazaar-Arabia-2014-5Harper's Bazaar UK - April 2014I

Beijos, Paty
Comentários  |  0
21 de janeiro de 2015

Inès de la Fressange #ícone fashion.

Inés de la Fressange 

Hi girls, como acabei de chegar de Paris e adoroooo o life style francês, resolvi abrir os posts da categoria ícone fashion com nada mais nada menos que a atemporal e uber chic Inès de la Fressange. Para aquelas que ainda não relacionaram o nome a pessoa, esclareço: Ines além de autora do guia de estilo A PARISIENSE ( já falei dele por aqui e novamente super recomendoooo) é um ícone de elegância e estilo  no jeito parisiense de ser. De origem aristocrática, Ines frequentou as melhores escolas suíças e francesas e sempre foi bem vista nas melhores rodas sociais tendo entre suas amigas a princesa Caroline de Mônaco. Inès  foi a primeira modelo a assinar contrato de exclusividade com a maison Chanel. Dizem que Sir Karl Lagerfeld a considerava uma Coco Chanel moderna em traços e temperamento. Depois de anos como modelo resolveu investir em um negócio próprio e criou uma marca em sociedade com o complexo de luxo Louis Vuitton. Desde sua primeira aparição, seja pela sua inteligência e sagacidade, seja pelo seu estilo e elegância, Inès é disputada e autoridade quando o assunto é moda e estilo. Ela já atuou como decoradora, criadora de perfumes, designer, jornalista, consultora de imagem e agora escritora. Ela é aquela mulher que sabe o que faz e onde quer chegar. Atualmente ela tem contrato com outra marca de luxo, a Roger Vivier, voltou as passarelas com 50 anos de idade ( fato histórico praticamente) pelas mãos do Kaiser KL em um desfile bárbaro da maison Chanel e assina algumas coleções dentre elas da fast-fashion japonesa UNIQLO. Sobre o livro que virou item must have para quem curte moda e quer se aprimorar e ficar mais estilosa e elegante, sendo francesa ou não, Inès é só carinhos. Ao que tudo indica esse é um de seus projetos mais queridos. Trecho abaixo dito por ela, revel a sua paixão pela obra e pelo french style, pelo jeito parisiense de ser: “Você sabe, a parisiense  é muito especial. Conhecida no mundo inteiro por ser… especial. E, atenção, ela não nasceu forçosamente em Paris. Há parisienses estrangeiras… há parisienses do interior… E elas conhecem as astúcias dessa natureza de serem parisienses. Durante muito tempo, hesitaram quanto ao  modelo a declarar : se seguiam Brigitte Bardot ou Simone de Beauvoir, para citar duas parisienses.  Isso tudo tento contar em meu livro”. O livro de fato é uma delícia, é cheio de dicas de moda, estilo, postura, compras etc etc etc. É daquelas obras que de tempos em tempos vale reler seja para relembrar, seja porque mudamos o nosso jeito de ser e a nossa forma de encarar a vida.

Seu primeiro livro surge em 2002 em parceria com a revista Marie Claire, o

No mais, entenda o life style parisiense nas palavras de Inès:

“A parisiense tem o espírito livre: ela não compra uma blusa e uma saia combinando, na mesma loja. “Combinações possíveis” não é uma preocupação. A regra é simples: o chique é sobretudo não comprar conjuntos! Algo a aplicar sempre.”

“Uma parisiense não está à cata de um marido milionário. Ela não vai gastar muito para deixar uma etiqueta à mostra. Quer ficar elegante, e exige qualidade. Seu luxo? Uma marca que garanta o bom gosto sem ostentar o preço.”

“A parisiense adora descobrir novas grifes. Principalmente se forem criativas e acessíveis. Ela fica mais orgulhosa com uma descoberta no supermercado da esquina (sério, há peças ótimas no Monoprix!) do que por ser a primeira a possuir o último modelo de “it bag”, carérrimo, sobretudo se é vendido em lista de espera (que vulgar!). Seu guarda-roupa é habilmente composto de “coisas baratinhas”, de roupas compradas em viagens e de algumas peças luxuosas”

“Você nunca vai ouvir uma parisiense se queixar de que a saia está muito curta, o vestido muito apertado e os sapatos muito altos. Todas as garotas que entendem de estilo chegam à mesma conclusão: “O segredo de um bom estilo é sentir-se bem dentro da roupa.”

“A parisiense não tem ídolos. Ela já é um ícone da moda. Mas, no íntimo, admira Jane Birkin e Charlotte Gainsbourg, que conseguem ter sempre um ar descolado e cobiçado (suéter de cashmere cinza + jeans+ tênis All Star ou botas vintage)”.

“Quem ousaria pensar que o azul-marinho e o preto fosse uma combinação perfeita? Antes de Yves Saint Laurent, ninguém. Hoje, esta dupla destoante faz bonito em noites elegantes. É preciso saber tomar liberdades com as afirmações categóricas da moda. Algumas regras foram feitas para ser quebradas. Inclusive as deste guia, claro!”

” Toda parisiense aprende uma lição: se não se deixar inebriar pela abundância de opções, irá manter seu armário livre das peças que jamais irá usar.”

“Sempre se pergunte: “Se eu comprar essa roupa, será que vou ter vontade de vesti-la hoje à noite?” Se a resposta for “não”, “vou vestir em casa”, ou ainda “nunca se sabe, pode ser que numa festa”, é melhor se mandar rapidinho da loja.

” A parisiense detesta comprar o que todo mundo está usando. Ela é mais atenta ao que lhe fica bem do que à moda — que, aliás finge ignorar (ver ponto seguinte).”

“Seguir as tendências é tudo o que a parisiense detesta, mas ela deve saber o que é in. O negócio é não entrar nas ondas de cabeça.”

“Às vezes a gente compra uma roupa pensando: “É uma graça, é uma peça linda!” Adoramos aquilo, as cores vivas, os detalhes divertidos. Gostamos da peça em si, sem relacioná-la ao nosso estilo, à nossa silhueta. Ora, é preciso sempre imaginar como aquilo se integraria ao nosso guarda- -roupa. “

“De um lado, os básicos de qualidade, de outro, as paixões que tornam o guarda-roupa alegre (um cinto, uma bolsa, bijuterias). Mesmo com um orçamento médio, há mil maneiras de compor um visual simpático. Afinal, não precisamos de muita coisa. É melhor ter poucos suéteres, paletós, mantôs, mas de boa qualidade.”

“Não se deve visar à quantidade. É preciso saber eliminar.”

“Nada de usar tudo combinadinho!” é o grito de guerra da parisiense. Descombinar e não ser elementar é seu esporte preferido.”

“Às vezes é preciso pouco para se conseguir um verdadeiro estilo. Em inglês, chama-se isso de “effortless style”. Pré-requisito? Ter autoconfiança… e sorrir (tudo sempre fica melhor quando sorrimos)!”

REGRINHAS DE OURO DE INÈS 

image

“Jogar um sueterzinho de lã sobre o vestido de baile. Não há nada mais kitsch que estolas — please, sobretudo nada de estolas, nem as estrelas de Hollywood as usam mais nos tapetes vermelhos. Ou mesmo que os bolerinhos. Um vestido de paetê e um suéter de cashmere, isso é Paris!”

“Ir à H&M, mas comprar na seção masculina.

Misturar alta-costura e street culture: calça preta de alfaiataria impecável com camiseta de algodão fino (as mais jovens podem tentar o estampado). Para um visual chique e descontraído, é aposta certa!”

“Usar parka sobre um vestidinho de musselina.”

“Superpor duas echarpes. Funciona também com duas camisetas e mesmo dois cintos. Peças mais básicas usadas assim ganham importância.”

“Um maxiacessório sobre uma silhueta simplíssima. A parisiense sempre admirou Jackie Kennedy em seu período Onassis: calça branca, camiseta preta, sandálias… e enormes óculos escuros. É chique, é eficaz… dá para copiar imediatamente!”

Casar seu jeans surrado com blusa de seda. Como calça de alfaiataria e camiseta, a mistura dá imediatamente consistência ao visual. Todo o restante deve permanecer ultrassóbrio. É preciso passar a ideia de que o elemento de luxo — a blusa de seda — foi incluído por acaso. Ter feito esforço visivelmente não é nada legal: todo mundo sabe que a parisiense compra um caminhão de revistas para ficar na moda, mas não quer que isso esteja na cara! (Ela até seria capaz de ir comprar este guia dizendo que é para dar de presente.)”

“Se estiver cansada das suas roupas, tingi-las de azul-marinho lhes dará vida nova (salvo se já forem azul-marinho, óbvio!)”.

“Mandar trazer da Índia kurtas de todas as cores. Vista-as por baixo de um cardigã com um colar de pérolas, num verdadeiro “étnico- -chique”.”

“Usar paletós de montaria de veludo preto extremamente justos. O mesmo vale para paletós “de trabalho”.”

“Garimpar foulards masculinos vintage e usá-los com tudo.”

“Tudo que vem de uma loja de departamentos usado com joias antigas funciona.”

“Arregaçar negligentemente as mangas da camisa de algodão sobre o suéter: é chique, fácil e informal.”

imageimageimageimageimage

image
imageimage
image

Por último, sei que o post está grandinho mas, o assunto e a pessoa merecem heheheh então, fechando, algumas combinações bacanudas no melhor estilo La fressange para vocês! Adorei todas as combinações e vcs, o que acha, desse french style?!! Bisouuu!!!

Fotos e imagens e textos em aspas:reprodução/veja/inèsdelafressange

Beijos, Paty
Comentários  |  0
03 de dezembro de 2014

Coleção Sui Sant’ana, saias midis exclusivas e cheias de charme!

Hi girls, mais uma amiga querida e talentosaaaaa aterrizando por aqui, dessa vez é a Sui do blog Sui Sant’ana. Quem conhece a Sui sabe que ela é referência em saias midis e no estilo clássico romântico. Ela melhor do que ninguém sabe como transformar a saia, seja midi ou mini, em um poderoso aliado da mulher para deixá-la ainda mais feminina e elegante. Adoro e tenho certeza que vcs também vão adorar as composições e os looks que ela faz principalmente, aqueles com uma pegada hi-lo, mixando por exemplo saias midis com t-shirts. Eu sou suspeita para falar da Sui, sou fanzoca de tudo que ela faz e fiquei super feliz em saber que além do blog que é super legal e interessantes ela agora vai produzir para nós as suas famosas e adoradas saias midis. A primeira coleção, diga-se, super mega ultra exclusivaaaaa, acabou de sair do forno e foi lançada hoje. Ela começa com 05 modelinhos e é um mais querido que o outro, tem saia midi, lápis, mini, ou seja, tem saia para todo gosto, corpo e estilo. Confiram os modelinhos da coleção que já estão disponíveis para encomendas e depois me digam qual é  o preferido de vcs, eu já escolhi o meuuuuu!! Sui querida, sucesso para vc nessa nova empreitada, tenho certeza que vai ser um arrasooooo, ameiii todos os modelos e mais ainda os looks com elas e as fotos!! Amiga a sua coleção está baphônicaaaaaa, acredite, Joinville nunca mais será a mesma depois das suas saias. Sui Sant’ana fará história hehehehe. Beijos queridaaaa e sucesso gata!!

DSC_0290-cópiaDSC_0699-cópiaDSC_0171-cópiaDSC_0571-cópia

Meu preferidoooooo, ameiii a estampa e esse detalhe na barra, achei super feminino e delicado.

DSC_0552-cópia

Essas são as estampas que estão disponíveis para encomendas. Basta mandar um email para contato@suisantana.com.br  e aguardar o retorno da Sui para agendar um encontro com vcs para tirar medidas e passar outros detalhes. Fotos:reprodução/suisantana

Untitled-Export5Untitled-Export4tecidos2

Beijos, Paty
Comentários  |  1
Página 5 de 39« Primeira34567Última »