19 de julho de 2011

Para dar uma força no shape…. sandubas light!

 

Como nem todo mundo tem o dom da gastronomia, vai umas receitinhas tiradas do GNT, programa Perdas e Ganhos da fofa Cynthia Howlet para dar uma forcinha na manutenção do shape… e vamos em busca do verão 2012, projeto verão sem canga!!!!

Cinco receitas de sanduíches light para comer sem culpa:Sanduba 1
2 fatias de pão
integral
Pastinha com: 1 colher de sopa de requeijão + 1 colher de sopa de
ricota + umas 8 alcaparras + 1 colher de cenoura ralada
1 rodela grande de
tomate caqui
2 fatias de lombo defumado
1 fatia de muzzarela
normal
Rúcula

Sanduba 2
1 pão sírio dobrado ao
meio com o seguinte recheio:
4 tomates cereja cortados ao meio
1 colher de
sopa de cream cheese misturado com 1 colher de sopa de passas
5 folhas de
manjericão
1 fatia de peito de peru
2 fatias finas de queijo
branco
Alface americana em tiras

Sanduba 3
1
ciabatta médio (40-50g)
1 rodela grande de tomate caqui
1 colher de sopa
de requeijão
2 damascos picadinhos, grudados no requeijão
1 fatia de
muzzarela
1 fatia de presunto de parma
Rúcula e alface americana
misturadas

Sanduba 4
2 fatias de pão
integral
Creminho com: ½ lata atum na água amassado com 1 colher de ricota ou
½ de requeijao
3 colheres de cenoura ralada
2 rodelas de
tomate
Rúcula

Sanduba 5
1 pão sírio
2 palmitos
em rodelas finas
1 colher de sopa de cream cheese
1 colher de passas
2
damascos picados
1 colher de sobremesa de alcaparras sem a água
1 fatia
grossa de queijo branco + bastante alface americana cortada em tirinhas

Beijos, Paty
Comentários  |  1
19 de julho de 2011

Nada melhor do que Drummond p fechar a noite…simplesmente Drummond!

“Confiança…A confiança é um ato de fé, e esta dispensa raciocínio.”

“Casa arrumada é assim…

Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa
entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um
cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os
móveis, afofando as almofadas…
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida…
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras
e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições
fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto…
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos…
Netos, pros vizinhos…
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca
ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.
Arrume a sua casa todos os dias…
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela…
E reconhecer nela o seu lugar.”

“Desejos…

Desejo a vocês…
Fruto do mato
Cheiro de jardim
Namoro no portão
Domingo sem chuva
Segunda sem mau humor
Sábado com seu amor
Filme do Carlitos
Chope com amigos
Crônica de Rubem Braga
Viver sem inimigos
Filme antigo na TV
Ter uma pessoa especial
E que ela goste de você
Música de Tom com letra de Chico
Frango caipira em pensão do interior
Ouvir uma palavra amável
Ter uma surpresa agradável
Ver a Banda passar
Noite de lua cheia
Rever uma velha amizade
Ter fé em Deus
Não ter que ouvir a palavra não
Nem nunca, nem jamais e adeus.

Rir como criança
Ouvir canto de passarinho.
Sarar de resfriado
Escrever um poema de Amor
Que nunca será rasgado
Formar um par ideal
Tomar banho de cachoeira
Pegar um bronzeado legal
Aprender um nova canção
Esperar alguém na estação
Queijo com goiabada
Pôr-do-Sol na roça
Uma festa
Um violão
Uma seresta
Recordar um amor antigo
Ter um ombro sempre amigo
Bater palmas de alegria
Uma tarde amena
Calçar um velho chinelo
Sentar numa velha poltrona
Tocar violão para alguém
Ouvir a chuva no telhado
Vinho branco
Bolero de Ravel
E muito carinho meu.”

Carlos Drummond de Andrade… amo de paixão, o Recomeçar tb é lindo… fica para uma outra ocasião…

Beijos, Paty
Comentários  |  0
18 de julho de 2011

Coisa de menina II!! Drenagem linfática manual!! It´s necessary!!

Mais uma dica que vale a pena compartilhar com as meninas: drenagem linfática manual , há três anos eu faço duas vezes por semana e a nível de tratamentos, não tem nada melhor e olha que eu sou daquelas que experimenta tudddddo, já levei choque, congelei, tostei em um forno, fiz gesso, aspirei num aparelho que prometia milagres e só me deixou cheia de manchas roxas, já fiz plataforma, velashape, manthus, enfim, tudo q menciona as palavrinhas mágicas “extermina a celulite” e acreditem, só a velha e boa massagem manual, feita apenas com cremes e as mãos abençoadas da minha massagista Mari é que efetivamente fazem o efeito casca de laranja desaparecer, lógico que é apenas uma drenagem, logo precisamos cuidar da alimentação, ter uma atividade regular e por óbvio muita água pq sem ela, fica praticamente impossível qualquer tratamento fazer efeito!  Segue para  vcs uma matéria que garimpei na internet, bem instrutiva! Enjoy it!

” Massagem melhora a circulação sanguínea e é recomendada no tratamento da celulite.

A drenagem linfática é uma técnica que utiliza a massagem manual para estimular o funcionamento do sistema linfático. Este sistema linfático exerce um papel importantíssimo no organismo, pois constitui uma via acessória pela qual os líquidos podem fluir dos espaços teciduais para o sangue, contribuindo desta forma para manter o equilíbrio e o metabolismo corpóreo.

O principal objetivo, portanto, da drenagem linfática é fazer com que toxinas e líquidos acumulados em excesso sejam eliminados. Por ser um método especializado e dependente da técnica e experiência do profissional, o ideal é que seja realizado por fisioterapeutas ou profissionais habilitados com conhecimentos de anatomia e fisiologia do sistema linfático.

Este tipo de massagem também é muito utilizada no pré e pós-operatório de cirurgia plástica, pois auxilia na redução dos edemas (inchaço). A drenagem linfática também pode ser aplicada sozinha ou somada a outros procedimentos estéticos para potencializar tratamentos da celulite, por exemplo.

Em entrevista sobre o assunto, a esteticista Maria José Costa, apresenta mais detalhes de como a drenagem linfática pode ajudar a conquistar a harmonia corporal. Leia abaixo:
1. O que é drenagem linfática? Como ela é feita?

A drenagem linfática é uma técnica de massagem que estimula e potencializa o bom funcionamento do sistema linfático. Com isso, toxinas e líquidos acumulados em excesso nos tecidos corporais, responsáveis por inchaços e agravantes de celulite, são eliminados. Ela deve ser realizada com diversos movimentos circulares, bastante precisos e bem suaves.
2. Por que o sistema linfático precisa ser estimulado? Quais os benefícios da drenagem?

A linfa, que circula nos vasos linfáticos, é o líquido responsável pela saída do excesso de água e resíduos metabólicos que ficam nos tecidos entre as células. A drenagem linfática tem por objetivo tornar todo esse processo mais eficaz, aumentando a oxigenação e estimulando a renovação das células. Este processo é de grande benefício para o organismo.
3. Há diferentes tipos de drenagem linfática?

Existem diferentes técnicas de aplicação da drenagem linfática, porém em todas elas, a fim de que se atinja o resultado desejado, os movimentos realizados devem obedecer o fluxo, a sequência e a disposição superficial dos vasos do sistema linfático. Uma técnica muito aplicada é a que utiliza movimentos precisos e lentos partindo de um ponto específico na região a ser tratada, porém contínuos e no sentido do fluxo dos vasos linfáticos associada a aplicação de bandagens na área imediatamente tratada.
4. A drenagem linfática é capaz de modelar o corpo?

A drenagem linfática nada mais é que um estímulo externo ao trabalho natural da linfa. Como falamos, esta técnica ajuda a eliminar o excesso de líquido e toxinas do organismo, que dão a sensação de inchaço. Com a circulação sanguínea mais ativada, o corpo passa a não reter estas substâncias e o resultado é a melhora na vascularização, maior resistência imunológica do organismo e também melhora no contorno corporal.
5. Como a drenagem linfática pode combater a gordura localizada e a celulite?

A má alimentação, estresse, falta de atividade física, cigarro e alterações hormonais contribuem para o processo de retenção de líquidos, que acarreta má oxigenação do tecido e de todos os vasos, incluindo os linfáticos. Quando há problemas de circulação da linfa, a celulite tende a se instalar. A aplicação da drenagem linfática ajuda a diminuir a retenção de líquidos que geralmente está presente nestas áreas, consequentemente contribuindo para a redução da  celulite. A massagem pode e deve ser associada a outros procedimentos estéticos e acompanhada de mudanças de hábitos de alimentação.
6. E contra a flacidez, existe algum resultado efetivo?

Tratar a flacidez de pele não é tarefa fácil. Há, atualmente, algumas opções de tratamento e muita pesquisa científica sendo feita na busca do tratamento mais efetivo. A drenagem linfática, por melhorar a oxigenação e organização das células e fibras de sustentação da área em tratamento pode trazer alguma melhora na aparência da pele. Por fazer tudo isso, podemos afirmar que a drenagem linfática pode contribuir na prevenção da flacidez de pele, pois o organismo consegue produzir um tecido com melhor qualidade nutricional, a  partir da eliminação do excesso de toxinas metabólicas. Porém, ela não recupera a flacidez já existente.
7. A drenagem linfática pode estar associada a procedimentos como o Manthus? Por que?

Sim, o Manthus é uma técnica de ultrassom associada a um estímulo elétrico capaz de reduzir medidas e melhorar o aspecto de ondulação da pele, como celulite e estrias.
8. Com quais outros procedimentos estéticos ela pode estar associada?

Pode ser associada à massagem modeladora, massagem relaxante, pós e pré-operatório, entre outros procedimentos. Vale lembrar que a associação da drenagem a outras técnicas deve ser indicada de acordo com a necessidade do paciente.
9. Durante a drenagem é necessário o uso de um creme para estimular a região que está sendo tratada? Por que?

Não necessariamente. O creme utilizado ajuda no deslizamento das mãos facilitando o procedimento para o profissional que realiza a massagem. A drenagem dos vasos linfáticos e dos tecidos corporais, assim como todo o efeito desejado com ela se dá pela pressão exercida pelos movimentos manuais executados. Por isso, a importância na escolha do profissional que realizará o tratamento é fundamental.
10. Há casos em que a drenagem linfática é contra-indicada?

Sim. Pessoas com histórico de trombose, câncer, pós-cirurgia de fraturas de grandes ossos, pessoas em vigência de processos infecciosos são algumas das situações em que se contra-indica a realização desta técnica. Em caso de existência de doenças ou outras situações em que se tenha duvidas sobre a possibilidade da realização ou não, recomeda-se avaliação médica prévia.
11. Qual o número de sessões iniciais para alcançar o efeito desejado e qual a quantidade de sessões necessárias para manter os resultados, após o tratamento?

Recomenda-se inicialmente sessões 2x/semana, até o total de 10 sessões. Após este período, a paciente deverá ser reavaliada e feitas alterações caso a caso.
Fonte

Maria José Costa – Esteticista da Clínica Aesthera Dermatologia de São Paulo.”

 

Beijos, Paty
Comentários  |  2
Página 743 de 746« Primeira741742743744745Última »