31 de Março de 2018

Gordura corporal, entenda isso.

Percentual de gordura corporal, entenda isso!

É muito comum as pessoas terem como objetivo “trocar gordura por músculo”. Mas esse negócio “bem bolado” não existe.

Eu sempre explico nas minha consultas de que forma funciona o ganho de massa muscular, a perda de gordura, bem como o momento ideal para fazer cada um deles. Vamos entrar brevemente no assunto.

Quando o indivíduo quer ganhar massa muscular, além de obrigatoriamente ser preciso uma rotina de treino adequada, deverá existir um consumo calórico maior do que a sua necessidade. Esse saldo positivo é um dos principais fatores responsáveis pela construção dos músculos, além de muita paciência, pois é um trabalho lento.

Sim, você vai comer MAIS! Assim não fica difícil entender porque não dá pra ganhar massa muscular durante o objeto de emagrecimento, certo?

Quando o indivíduo tem como objetivo emagrecer, deve haver um déficit calórico no seu plano alimentar. Esse saldo negativo é um dos principais fatores responsáveis pelo perda de massa gorda. Você deve comer MENOS!

Daí vem a importância do % de gordura corporal – e da sua precisão. Esse dado nos fornece com mais transparência a real composição corporal do indivíduo, pois com ele temos os dados de massa gorda e massa magra. A partir disso conseguimos determinar os próximos passos a serem trabalhados, estratégia alimentar, atividade física, “necessidades versus objetivos” e decidirmos o que vamos PRIORIZAR. Fazer o milagre da troca ao mesmo tempo infelizmente não dá.

Se o % de gordura estiver acima do recomendado, eu sugiro primeiro baixá-lo. É o caminho mais sensato para posterior ganho de massa muscular. Há uma briga para que durante o processo de emagrecimento consigamos preservar ao máximo a massa muscular sem perde-la, e no trabalho de hipertrofia para que não haja o ganho de gordura simultaneamente. Considero um trabalho de sucesso quando conseguimos minimizar os dois possíveis efeitos negativos durante os dois objetivos.

E qual é o % de gordura ideal?

Depende do seu objetivo. Mas se estamos falando de saúde, nessa tabela temos valores trabalhados para a maioria da população:


Essa classificação é geral e não específica. Outras populações como: pediátrica, atletas e idosos podem ser diferentes!

Existem várias formas de se calcular o % de gordura, sendo a bioimpedância e avaliação física manual (feita com o plicômetro) as mais utilizadas. A segunda é mais assertiva e precisa. Nutricionistas, educadores físicas e médicos estão aptos para realizar a avaliação, procure um profissional e veja como você está!! Beijos Luana Martins. 

Luana Martins @nutricionistaluana
Nutricionista clínica e esportiva. Membro do ISAK – Antropometrista nível 1 – International Society for the Advancement of Kinanthropometry.
Atendimento: Rua Orestes Guimarães, 814. Clínica Livon – 3422-1112.

Beijos, Paty
Comentários  |  0
31 de Março de 2018

Uma vida sem olheiras, sim é possível!

Uma vida sem olheiras, sim é possível!

Não podemos prometer que elas desapareçam 100%, mas podemos assegurar que tratando direitinho as olheiras demoram muito a retornar! E não voltam com força total não!! Mas lembre-se, os cuidados não podem parar!!!

Para a felicidade de todos, hoje existe uma série de tratamentos específicos que trazem ótimos resultados por um longo período de tempo.

As olheiras fazem das mulheres escravas da maquiagem, e o pior, a maquiagem nem sempre consegue esconder as mesmas com precisão. Hoje são tantas as variedades de corretivos que muitas mulheres não sabem qual marca ou tom comprar para aplicar, ou ainda, a danada da olheira não é escondida totalmente por baixo da make. Por conta disso, procedimentos clínicos dermatológicos são grandes aliados na hora de combatê-las.

É importante frisar que existem alguns tipos de olheiras, então uma consulta com um dermatologista é fundamental para conhecer o seu caso, além disso, as causas podem ser mistas. Algumas delas são hereditárias, podem aparecer por excesso de vasos sanguíneos ou pigmentação na região, bolsas de gordura, cansaço e “sombra” (devido ao “olho fundo”).

São 4 os tipos de olheiras. Veja se identifica o seu!

  • Estrutural:Por falta de tecido na região, a pele fica mais fina e até transparente, o que dá ilusão de “olho fundo”, pois gera uma “sombra” na goteira lacrimal. Ultherapy, Skinbooster e Preenchimento com Ácido Hialurônico são ótimas opções de tratamentos para eliminá-las e podem até ser combinadas entre si.
  • Pigmentar:É marrom devido ao excesso de pigmentação da pele. Comum em quem tem pele morena. Lasers e Peelings são boas indicações para este tipo.
  • Vascular:Pode ser roxa, azul ou vermelha devido ao excesso de vasos sanguíneos na região. Expert Light (Luz Intensa Pulsada) é uma tecnologia indicada nesses casos.
  • Mista:É a mais comum de todas e carrega um pouco de cada situação acima. Combinar tratamentos é o mais certo a se fazer. Laser de CO² Fracionado, aplicação de Vitamina C e Ácido Tranexâmico funcionam muito bem.

Além dos tratamentos clínicos alguns cuidados básicos diários são indicados para se realizar em casa. Conheça!

  • Compressa gelada de chá de Camomila sobre os olhos (calmante);
  • Colher gelada sobre as pálpebras inferiores (vasoconstrição);
  • Beber muita água (hidratação);
  • Dormir com qualidade, no escuro total e de preferência 8 horas por noite (descanso).

Por mais que essas dicas pareçam bobas, não são! Tenha disciplina nesses cuidados e vai perceber a diferença.

Não aplique produtos sem a indicação do seu dermatologista, eles podem agravar ainda mais a situação! Fale com quem entende do assunto!

Beijos e até o próximo mês! Milena Zanella. 

Siga-nos nas redes sociais:

Instagram – @clinicaazulayezanella | @centrocapilaraz | @dr.vitorazulay | @dra.milenazanella

Facebook – Azulay E Zanella Dermatologia

Beijos, Paty
Comentários  |  0
03 de novembro de 2017

Vem chegando o verão…..

Vem chegando o verão e uma pergunta nos atormenta: Qual Protetor Solar escolher?

As temperaturas subindo, o Verão chegando e as mulheres loucas para chegarem à praia com o bronze perfeito! Por conta disso, muitas delas acabam pecando na hora de escolher o protetor solar, ou pior, trocam por bronzeador e o deixa totalmente de lado.

Vá lá, tomar Sol é essencial para a nossa saúde. Sem Sol causamos uma deficiência de vitamina D, e nosso organismo sem essa vitamina se torna vulnerável à doenças imunológicas como lúpus, esclerose múltipla, artrite reumatoide e até mesmo diabetes no caso de gestantes e crianças.

Porém, o Sol deve ser tomado com muita consciência, pois as consequências podem ser desagradáveis como vermelhidão, ardência, e também severas como queimaduras e bolhas. Além disso, após sofrer uma queimadura solar a pele tende a descascar e ficar manchada.

Sendo assim, você jamais poderá curtir o Verão sem um protetor solar como fiel parceiro. Ele é tão legal que lhe proporciona proteção, bronze na medida e também a absorção de vitamina D.

Antes de qualquer coisa temos que saber que, um protetor solar “decente” parte do fator 30, menor do que isso acenda o alerta! Outra coisa são os tipos de pele, que vão do I ao VI. São eles:

  • Fototipos I e II – Peles muito claras. Estas não vão bronzear, vão no máximo ficar bem vermelhas. Indicado protetor fator 60 ou mais.
  • Fototipos III e IV – Peles intermediárias. Pendem mais para uma pele morena. E mesmo assim a indicação é que use um protetor solar mais alto no início do Verão e vá diminuindogradativamente à medida que vai bronzeando, chegando até o fator 30 no mínimo.
  • Fototipos V e VI – Peles bem escuras. Mais difícil de sofrerem queimaduras, mas a proteção é imprescindível por conta da prevenção do câncer de pele. Fator de proteção 30 é o ideal.

Entendido isso, vamos agora aos protetores solares. Existem incontáveis tipos, com cor, sem cor, em gel, em spray, oil free, toque seco, resistente à água, mais baratos, mais caros, enfim, para todas as necessidades, gostos e bolsos.

Confira alguns:

  • Vichy Capital Soleil BB aera-mousse FPS 30– Em forma de mousse. Possui cor coringa, que vai bem com qualquer tom de pele. Por volta de R$ 80,00.
  • La Roche-Posay Anthelios AE FPS 30 serum – Antienvelhecimento e antimanchas. Possui ácido hialurônico em sua composição, assim as linhas de expressão são preenchidas e amenizadas, além do aspecto de pele lisa e hidratada. Por volta de R$ 80,00.
  • ROC Minesol Actif Unify FPS 80– Antimanchas. Indicado para fototipos I e II e para quem tem a pele manchada. Por volta de R$ 80,00.
  • Skinceuticals Physical Fusion UV Defense FPS 50– De cor universal fica bem em qualquer tom de pele. Por possuir cor passa a ser um pouco mais eficiente na hora de proteger a pele. Possui Artemia salina, que estimula as defesas da mesma. Por volta de R$ 120,00.
  • Bare Minerals Natural Sunscreen FPS 30 – Em forma de pó. Como sua proteção é menor sua indicação é para o dia-a-dia e não para ir à praia. Ótimo para pele oleosa. Por volta de R$ 140,00.Como são muitas opções as duvidas podem surgir, sendo assim, procure um dermatologista para lhe dizer com precisão qual é o seu tipo de pele e qual protetor solar será melhor para você. Lembre-se que o que é bom para a sua amiga pode não ser bom para você. Assim como os protetores são diferentes, as pessoas também são! 

    E por fim, NUNCA deixe de usar protetor solar! Mesmo no dia-a-dia ou em dias nublados.

    Um beijo e até mês que vem!  Milena Zanella da Azulay E Zanella Dermatologia 

     

    Siga-nos nas redes sociais!

    Facebook: Azulay E Zanella Dermatologia

    Instagram: @clinicaazulayezanella | @dr.vitorazulay | @dra.milenazanella

     

     

Beijos, Paty
Comentários  |  0
Página 1 de 9712345Última »