21 de setembro de 2016

Nada é bom ou ruim, tudo depende de como você interpreta!!

1385946_1694356904165931_223503927331909001_n

Nada é bom ou ruim, tudo depende de como você interpreta! Será?

piramide-meta-clara-1

Será possível interpretar aquela briga de forma positiva? Aquele projeto que foi entregue com erros absurdos te tirar um sorriso do rosto? Aquele feedback terrível ser a chave do sucesso da sua vida? Ou aquele comentário desnecessário que quando você percebeu já saiu da sua boca e não podia ter saído se tornar algo benéfico?  Parece difícil acreditar, mas, as adversidades do nosso dia a dia e como lidamos com elas é que vão dizer onde você vai chegar com seus objetivos. Ter interpretações negativas dos acontecimentos faz com que suas emoções fiquem cada vez mais enfraquecedoras e suguem a sua energia, acarretando dessa forma uma série de consequências negativas para a sua vida.

Quantas vezes acordamos com um super bom humor, se sentindo linda e maravilhosa, cheia de vida, e logo quando chegamos ao trabalho, academia, ou qualquer lugar que seja e somos recebidas com um oi atravessado, uma cara feia, ou uma bela chamada de atenção sem sequer receber um bom dia, o astral cai, o humor vai embora e a estima foge pela primeira janela que encontrar.

Temos uma tendência absurda em absorver a negatividade, o mau humor alheio, isso ocorre porque agimos inconscientemente. Quando atribuímos consciência para esses episódios inevitáveis da vida, começamos a ficar mais atentas ao que nos tira do sério, ao que rompe com nossos estados emocionais positivos. Conforme você começa a perceber a oscilação dos estados emocionais, você começa a ter mais domínio sobre si mesma e a dissociar o que de fato te afeta do que não tem nada haver com você!

Vamos lá… Se fosse listar algumas emoções que sentimos durante um dia, que emoções seriam essas? Amor, alegria, tristeza, raiva, preguiça, ânimo, entusiasmo, autoestima, indiferença, gratidão, realização, felicidade, insatisfação, etc, etc,etc… São muitas emoções que invadem nosso dia sem mesmo nós convidá-las. Convido você a pegar papel e caneta e anotar quais as emoções que você sentiu hoje e quais foram as suas origens, o que fez você sentir o que sentiu. Nas emoções negativas, questione, o que pude aprender com o que aconteceu que me chateou? O que posso fazer de diferente na próxima vez? Nas positivas, explore o que te fortalece? O que posso fazer para sentir mais estados positivos?

Quanto mais você tiver consciência das suas emoções e dos significados que atribui aos acontecimentos do seu dia-a-dia mais você se fortalece. Ok Juli, e o que eu ganho com isso? Mais autoconhecimento e principalmente, auto controle. Quantas vezes você já deixou de ir para a Academia por estar pra baixo? Quantas vezes você mergulhou de cabeça em uma barra de chocolates porque seu dia foi péssimo? Quantas vezes você recusou de ir a um evento porque não estava legal?

Saber o que acaba com seus estados emocionais positivos é a chave para o autocontrole, e saber o que te deixa feliz e te tira dos estados emocionais negativos é viver com mais felicidade, plenitude, e o caminho para SER a pessoa que você deseja na sua Melhor Versão!

Olhando hoje para as Emoções que você sente, e para os Significados que você atribui aos acontecimentos do seu dia-a-dia, qual é a sua nota? De 0 à 10. Guarde todas as notas até o final dessa série de posts. Você terá uma surpresa até o final desse processo! Se você ainda não viu o primeiro, corre nos posts antigos e lê! Não perca nada! Quem tiver alguma dúvida, quiser trocar uma idéia, mande aqui ou diretamente no e-mail juliana@metaclara.com.br 

11709658_1610283749239914_4358525716696678176_n

Beijos, Juliana Scheuer
Comentários  |  0
Deixe um comentário